Follow by Email

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

EMIEP - ENSINO MÉDIO INTEGRADO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

A SDR/GERED de São Joaquim, a partir de 2011, estará oferecendo aos estudantes egressos do Ensino Fundamental  mais um Curso de Ensino Médio Integrado à Educação Profissional – EMIEP.
O Conselho Estadual de Educação aprovou em 25/08/2009, através do Parecer nº 312, o funcionamento do Curso Técnico de Nível Médio em Hospedagem, no Eixo Tecnológico em Hospitalidade e Lazer, na forma Integrada ao Ensino Médio, a ser oferecido na Escola de Educação Básica Araújo Figueiredo, no Município de Urubici/SC.
O Ensino Médio Integrado à Educação Profissional – EMIEP, iniciou em Santa Catarina como uma nova proposta de ensino e oportunidade de profissionalização aos jovens que ingressam no  Ensino Médio.
O Ensino Médio Integrado é aquele possível e necessário em uma realidade conjunturalmente desfavorável – em que os filhos dos trabalhadores precisam obter uma profissão ainda no nível médio, não podendo adiar este projeto para o nível superior de ensino – mas que potencialize mudanças para, superando-se essa conjuntura, constituir-se em uma educação que contenha elementos de uma sociedade justa.” ( Gaudêncio Frigotto, 2005).
Com a implantação de cursos técnicos integrados ao ensino médio, no ano de 2005, as Gerências de Educação em todo o Estado de Santa Catarina, passaram a oferecer esta modalidade de ensino aos jovens catarinenses. A SDR de São Joaquim, através da Gerência de Educação implantou, no mesmo ano, o Curso Técnico em Vitivinicultura, na EEB Manoel Cruz.
Os estudantes dos municípios de São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Urubici, Bom Retiro, Urupema e Rio Rufino,  que concluir o ensino fundamental pode contar com 04 (quatro) opções de cursos técnico profissionalizante de nível médio nas seguintes Unidades Escolares :

EEB Manoel Cruz – São Joaquim
Curso Técnico em Viticultura e Enologia - noturno
Curso Técnico em Hospedagem - noturno

EEB São José – São Joaquim
Curso Técnico em Secretariado – noturno

EEB Araújo Figueiredo – Urubici
Curso Técnico em Hospedagem – matutino 
Comprometida com a qualidade do ensino e com a formação dos jovens a SDR/GERED adquiriu livros técnicos específicos aos cursos de Técnico em  Viticultura e Enologia e Técnico em Hospedagem para compor o acervo bibliográfico da escola,  incentivar a pesquisa e possibilitar o aprofundamento de estudos.



sexta-feira, 26 de novembro de 2010

FUNDEB



Dia 28/10 Curso Formação pela Escola – Módulo FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), envolvendo Secretários Municipais de Educação, Conselheiros do CACS (Conselho de Acompanhamento e Controle Social) do FUNDEB, d gestores escolares e professores da Rede Estadual e Municipal de Ensino dos Municípios que compõem a SDR/GERED.
Dia 24/10 aconteceu o encontro final na sala de informática da EEB Ary de Souza Borges, onde os cursistas puderam trabalhar on-line, pesquisando a realidade em relação aos Municípios referente às verbas repassadas aos mesmos para custear as despesas com os profissionais da educação e a Manutenção e Desenvolvimento do Ensino
O Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE – Formação pela Escola é um processo de formação continuada, oferecido na modalidade à distância, prevendo momentos de estudos e socialização presencial.
A metodologia do curso se constitui com base nos princípios de problematização, cooperação, interação e resolução de problemas. Assim constrói-se os conhecimentos a respeito do FUNDEB, no processo de AÇÃO-REFLEXÃO-AÇÃO, que pressupõe investigação de problemas da realidade concreta, analisados à luz das teorias estudadas.
O objetivo principal do Curso é orientar os profissionais da educação e Conselheiros do CACS (Conselho de Acompanhamento e Controle Social) dos Municípios da Regional a perceber o FUNDEB COMO UMA POLÍTICA PÚBLICA DE FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO, CAPAZ DE:
·       Promover equalização na distribuição dos recursos;
·       Reduzir as desigualdades;
·       Contribuir para a universalização da educação;
·       Valorizar os profissionais da educação.

Entender o FUNDEB como uma política pública de  financiamento da educação suscetível a processo de fiscalização de sua execução e de prestação de contas;

Identificar o CACS como um órgão responsável pela permanente vigilância da aplicação dos recursos públicos do FUNDEB;

Predispor-se como cidadão, a acompanhar efetivamente a aplicação dos recursos do FUNDEB em seu Município e Estado.

Maria Luiza Simoneti Nunes
Tutora



terça-feira, 23 de novembro de 2010

AFRICANIDADE CATARINENSE NO CURRÍCULO ESCOLAR Lei nº 10.639/2003


A educação é fundamental como parte de uma política de ações voltadas para a inclusão social. O sistema educacional vigente, em muitos momentos, tem produzido práticas racistas, discriminatórias e preconceituosas, que interferem no desenvolvimento educacional e cognitivo dos estudantes. As novas políticas públicas educacionais priorizam o direito a diversidade, o respeito e a convivência entre os múltiplos estilos e ritmos de aprendizagem.                     
Ter direito e acesso a uma educação de qualidade são condições básicas para usufruir de bens e serviços coletivamente construídos e disponíveis na sociedade.
A partir das Leis nº 10.639, de 09/01/2003 e 11.645, de 10/03/2008, que determinam a obrigatoriedade nas escolas brasileiras do ensino de História e Cultura Afro-brasileira,  todo estudante poderá, em sua formação, não somente conhecer, admirar e respeitar os povos africanos mas, sobretudo, valorizar a participação das culturas africanas no processo civilizatório brasileiro.
Nesse sentido, a rica e valiosa contribuição dos povos africanos, nas diferentes áreas do conhecimento humano, demonstra que, antes da chegada dos europeus, a África já era possuidora de civilizações bastante complexas. Por isso, é necessário construir atitudes que valorizam as raízes culturais e étnicas dos povos formadores da nação brasileira, em especial dos africanos.

Fotos do encontro realizado no dia 19/11/2010, com os profissionais da educação da rede estadual de ensino, representantes da Secretaria Estadual de Educação e Gerência de Educação-São Joaquim/Ensino.

domingo, 24 de outubro de 2010

CURSO: FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES QUE ATUAM COM ALUNOS ESPECIAIS NO ENSINO REGULAR E NAS APAES.

Realizado nos dias 13 e 14/10 com o objetivo de instrumentalizar os profissionais da educação sobre a inclusão escolar, em conformidade com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9394/96, que assegura e garante a inclusão do educando especial no ensino regular.
Participaram do evento 40 profissionais da rede estadual de ensino – Regional de São Joaquim, que aprovaram a iniciativa da Integradora de Educação Especial, Naira e da Gerente de Educação, Rita.
“Nós não devemos deixar que as incapacidades das pessoas nos impossibilitem de reconhecer as suas habilidades. As características mais importantes das crianças e jovens com deficiências são as suas habilidades” (Hallanhan e Kauffman, 1994).
Segundo a Integradora, vivemos um momento histórico caracterizado por mudanças, crises, mas também pelo surgimento de oportunidades. Podemos constatar com a inclusão de alunos especiais no ensino regular, como trabalhar pedagogicamente, como pensar em incluir e, mais ainda, como exercer a inclusão.







quarta-feira, 20 de outubro de 2010

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

O Ministério da Educação em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina UFSC, a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação - UNDIME e a Secretaria de Estado da Educação - SED estarão promovendo um Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Coordenação Pedagógica, com carga horária de 405 horas, voltado para a e pós-graduação dos profissionais que atuam nas equipes de gestão pedagógica das escolas públicas de educação básica do estado de Santa Catarina.
Público-alvo - O curso destina-se aos Coordenadores Pedagógicos e\ou profissionais que exercem função equivalente e integram a equipe gestora da escola de educação básica.
Vagas: 56 vagas por Polo, sendo 28 para a rede estadual e 28 para a rede municipal.
Inscrição e Seleção dos candidatos – As inscrições serão realizadas pelo site do CED/UFSC, cujo endereço será divulgado posteriormente.
A UFSC realizará o processo de seleção para o ingresso no curso no período de 25/10/10 a 25/11/10.  O atendimento priorizará os municípios e escolas com baixo IDEB, e terá por base os critérios mínimos de seleção. Para maiores informações, entrar em contato com:
Marta Eugenia Coral
Supervisora de Educação Superior
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional/GERED/São Joaquim/ SC
Fone (49) 3233-3951

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

PALESTRA PARA OS ALUNOS DE 8ª SÉRIE DO MUNICÍPIO DE SÃO JOAQUIM






CULTURA


Projeto "Cultura e Movimento" 2008 e 2009


Apresentação Artística – tayko

ABRAÇO...

Comunidade escolar despede-se do prédio onde a Escola de Educação Básica São José funcionou por 44 anos - contribuindo para construção da história de São Joaquim/SC. 

ALGUMAS AÇÕES SDR/GERED/SÃO JOAQUIM